Neste editorial o grande embate trata-se da redução da alíquota do ICM nas operações interestaduais, que visa diminuir as disparidades entre os Estados “produtores” e “consumidores”. O secretário da Fazenda do Estado de São Paulo, prof. Carlos Antônio Rocca, alinha seu pensamento ao do ministro Delfim Netto, onde a redução da alíquota do ICM contribuirá para o aumento dos déficits comerciais dos Estados “consumidores” e prejudicará a redução das disparidades regionais de desenvolvimento. Os Estados desenvolvidos querem se desenvolver cada vez mais em detrimento dos menos desenvolvidos.
Número: 
18
Mês: 
Agosto
Ano: 
1972
Data de Públicação: 
08/1972
Autor(es): 

Odilon Falcão, Stó, Coriolando Dias de Sá.

Download: